Ricota Não Derrete Ricota não Derrete

Busca

Buscar

Search This Blog

Carregando...
Ricota Não Derrete Ricota Não Derrete
Ricota Não Derrete

Youtube

Ricota Não Derrete
Ricota Não Derrete

Facebook

Ricota Não Derrete
Ricota Não Derrete

Instagram

Ricota Não Derrete

Categorias

Moda Beleza Comida Faça Cultura Variedades

Categorias

Ricota Não Derrete
Ricota Não Derrete

Posts Antigos

Posts antigos

Ricota Não Derrete

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Os sovacos coloridos

3 comentários:
dyed armpits - axilas coloridas

Tem um pessoal por aí pintando seus cabelos do sovaco de várias cores, assim como os da cabeça, e vocês não têm ideia de como acho isso incrível.

Vou começar a história do começo. Nos tempos de universidade, eu e minhas amigas tínhamos muito tempo livre (saudades!) pra passar o dia sentadas/deitadas na frente do centro em que estudávamos. A gente via todo mundo passar encostada numa parede de vidro, apenas aproveitando todas as nuances do ócio no campus.

Entre as centenas de pessoas que circulavam por lá, havia uma menina que, com certa frequência, sentava encostada no mesmo vidro que a gente. Ela tinha o cabelo bem curtinho e usava muitas roupas de materiais naturais, modelagens amplas e tons da natureza: terrosos e verdes. Se for pra resumir, ela usava um estilo bem hippie. Mas o que chamava mesmo atenção na moça eram os sovacos peludos. Ela não depilava e aquilo causava um estranhamento - uma aversão, na verdade - enorme em mim, muito bobinha na época.

Bobinha porque, dentre outros motivos, eu sempre fui peluda. Nos braços, nas pernas. Até no dedão do pé faz o favor de nascer pelo. E sempre sofri me depilando quase todo dia com uma lâmina, pra que ninguém visse pelo menos parte desses pelos. Deixar de depilar era inaceitável, e vai ver que era daí que vinha meu problema com a menina. "Por que ela não sofre tanto quanto eu e todas as outras se depilando, mesmo contra a vontade dela?" talvez seja uma boa frase pra definir o sentimento de certa forma arrogante que eu tinha achando que podia me incomodar tanto com uma coisa que não me diz respeito em qualquer aspecto.

Fora o tanto de machismo que existia nesse incômodo. Homens com pelos são normais desde sempre. Só recentemente parte deles começou a se depilar. Já os ideais de delicadeza e perfeição plástica impostos a mulher fazem, até hoje, com que a gente se sinta obrigada a vários sacrifícios. Não contentes em nos obrigar, obrigamos mentalmente as outras também.

dyed armpits - axilas coloridas

Aí o tempo passou e trouxe alguns ensinamentos sobre não julgar os outros dessa forma. Não aprendi todos ainda, mas alguns, já. Precisou de um bom tempo pra que eu conseguisse enxergar a menina só como uma pessoa que não tá a fim de depilar determinada parte do corpo, seja lá pelo motivo que for, e ponto. A menina não era o sovaco, sabe? Eu fiz a metonímia mais besta possível por muito tempo: olhava pra ela e só via o sovaco peludo, tomei essa pedaço de corpo pela pessoa.

Agora, esse ano, tenho acompanhado os vários movimentos pelo direito de ter pelos. Hairy legs, Pelos Pelos e tantos outros que mostram ao mundo como são pessoas com pelos. E sabe o que acontece de tanto ver essas fotos? Elas param de te incomodar. É a libertação que vem aos poucos de nunca mais olhar pra alguém e se incomodar porque ela tem pelos embaixo do braço.

Com o passar do tempo, de tanto ver fotos na internet de gente peluda, você vai aceitar que pelo não é motivo de nojo, repulsa ou qualquer outra coisa negativa. Você vai entender que pode tirar se quiser, com o método que lhe for conveniente, mas só se quiser. Que você pode depilar, mas não precisa depilar.

dyed armpits - axilas coloridas

Hoje, eu olho pros meus pelos de uma maneira bem diferente, com muito mais aceitação. E, se não tenho a auto-confiança suficiente pra andar por aí com todos eles crescendo de boa, pelo menos me desespero bem menos pra tirá-los. Consigo olhar e não achar uma aberração, apenas perceber que as funções do meu corpo estão funcionando bem, inclusive a do crescimento piloso.

E é bem aí que entram os sovacos coloridos. Adicionando esse exagero, essa teatralidade, aos pelos, eles acabam sendo muito mais facilmente aceitos. Os pelos deixam de ser tabu pra se tornar uma brincadeira, e não existe nada mais bem aceito no mundo que a piada, principalmente a auto-piada. Escrevam aí, esse pé-na-porta - que são os sovacos coloridos - vai acelerar muito a o processo de naturalização dos pelos entre as pessoas.

Por isso, muito obrigada a todo mundo que anda publicando fotos dos seus pelos por aí na internet. A cada vez que vejo uma imagem de vocês, olho pros meus com um tantinho mais de naturalidade. E o mais importante: me obrigo a aceitar os dos outros. E sem cara feia.

Fotos daqui, daqui e daqui.

Produto incrível pra fortalecer o cabelo

3 comentários:
Palmer's Strong Roots Coconut oli formula

Há uns dois meses, eu tava na minha frequente saga pra encontrar lojas gringas que entreguem hidratantes pra quem tem dermatite (um que custa US$12, sai por R$140 nas farmácias brasileiras, só pra vocês terem ideia) e, sem querer, cruzei com um produto que nunca tinha visto, o Strong Roots, de Palmer's.

Foi amor logo, porque meu acabelo andava bem difícil. Raiz extremamente oleosa, cabelo caindo, couro cabeludo tão fragilizado que doía. E, com tudo isso junto, caspa aparecendo. Não sei vocês, mas quando algo vai errado no meu cabelo, surgem sinal de caspa. É meu alarme. Então, descrita minha situação capilar periclitante, voltemos ao produto. Ele me apareceu na Feel Unique quando, como eu dizia antes de ser interrompida por mim mesma, ia comprar hidratante.

O frasco custava só US$6,11 e tinha nada menos que 32 resenhas de compradores. Apenas todas positivas. Pra completar, dizia lá: sem sulfatos e sem parabenos. Ou seja, massa pra quem é alérgico a qualquer um dos dois. Fiquei tão maravilhada com esse monte de qualidades (além do frete grátis), que comprei. Uns 45 dias depois, a compra chegou e, infelizmente, fui taxada.

A boa notícia é que, como a loja coloca o preço certinho na caixa, a Receita Federal não tem desculpa pra cobrar um imposto acima dos 60% da lei (que, convenhamos, já é assustadoramente alto). Paguei R$30 de imposto numa compra de US$22. Fora aqueles R$12 bizarros que os Correios tão cobrando agora e, ainda bem, o Ministério Público tenta suspender porque é injustificável.

Palmer's Strong Roots Coconut oli formula
Podem clicar, a imagem amplia bastante.

Bom, voltando à parte boa, o spray chegou e comecei a usar. Basta que você borrife no couro cabeludo assim que lavar o cabelo, com ele molhado ainda. Depois, massageia com as pontas dos dedos como se estivesse lavando a cabeça. Então, é só ir viver normalmente. O curioso é que ele é à base de óleo de coco, ou seja, um óleo que previne a oleosidade. Ele hidrata o couro cabeludo sem deixar gorduroso. Além disso, o Strong Roots também tem hortelã-pimenta na fórmula, o que dá uma refrescância maravilhosa na cabeça. Nossa, melhor sensação.

Com três dias de uso, já sentia meu couro cabeludo muito melhor. Hoje, quase um mês depois, notei que o cabelo voltou a crescer num ritmo normal de cabelo sudável. Pra mim, valeu a pena demais e, pra completar, o produto rende muito. Olha só nas fotos como meu frasco tá quase cheio. Indico demais pra quem tá do jeito que eu tava. Agora sei que aquele monte de resenhas positivas na Feel Unique se justifica totalmente.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

{cozinha preguiçosa} Bolo de tapioca sem forno

11 comentários:
Receita de bolo de tapioca sem forno sem fogao rapida facil

Ontem foi aniversário da minha mãe e todo ano faço pelo menos um bolinho pra não passar em branco. Passar aniversário sem festa, até pode ser, se você preferir, mas sem um bolinho pra comer com café no fim do dia, aí já é desaforo.

Resolvi tentar uma receita diferente e fiz um bolo de tapioca. Acho um bolo incrível, com o sabor bem diferente e, pra completar, é facílimo de fazer. Apenas o bolo mais fácil de fazer que conheço: não vai ao forno nem fogão. Anotaí. :)

Receita de bolo de tapioca sem forno sem fogao rapida facil

Ingredientes

500g de tapioca granulada (tem em todo supermercado);
1 litro de leite;
3 xícaras de chá de coco ralado fresco;
2 xícaras de chá de leite de coco;
2 xícaras de chá de açúcar;
1 xícara de chá de leite condensado.


Modo de fazer

Pra que os ingredientes se misturem de maneira homogênea, é legal que o leite esteja quente ou morno. O meu, esquentei no microondas mesmo. Então, juntei a ele todos os outros ingredientes - exceto a tapioca - numa vasilha. Mexi bastante até não sentir mais os grãos de açúcar e adicionei a tapioca. Num instantinho, ela suga o líquido, então é importante que você mexa logo pra não ficar cheia de pelotas. 

Quando o creme estiver homogêneo (o que não demora mais de 30 segundos), coloque numa forma bem linda. A minha é de silicone, então nem precisou untar, mas se você for usar uma de material rígido, dê uma pinceladinha de óleo antes. Cubra a forma com um plástico filme e leve à geladeira por uma hora e meia ou duas horas. Aí é só desenformar e admirar como uma coisa tão fácil pode ficar tão bonita e gostosa.

Pra incrementar, reguei o bolo com leite condensado e polvilhei coco ralado por cima. Meia hora depois, o bichinho tava só a metade. Sacomé, domingo com bolo na geladeira já é perigo, imagina com um aniversário como pretexto. :)

Receita de bolo de tapioca sem forno sem fogao rapida facil

domingo, 23 de novembro de 2014

Coisas lindas da semana #25

6 comentários:
É engraçado como o simples exercício de parar e buscar as cinco imagens mais bonitas que vi por aí na semana já me deixa com uma sensação diferente, me sentindo mais propícia a fazer coisas novas. Sendo assim, vamos a essas lindas, que me inspiraram e, espero, inspirarão vocês também.

Essa prateleira

Decoracao: prateleira colorida e objetos de estimacao

Como eu amo esses cantinhos que parecem relicários. Cheios de coisinhas pequenas, coloridas e, imagino, especiais. Eu acho isso uma coisa muito latina, essa ideia de colorir algo tanto quanto der e encher de lembranças em forma de objetos. 

Esse quadro

Decoracao de parede com foto de nuvem - facil e barato

Se você tem uma parede ociosa porque já rodou, rodou e não sabe o que colocar na bichinha, por que não tirar uma foto de nuvem e imprimir num papel grande? Esse é o tipo de foto que nunca fica ruim - nem de celular - e a impressão grandona vai sair uns R$15. O legal é que esse é o tipo de imagem que muda o astral do lugar. Primeiro que é um pedaço de céu numa parede, depois, lembrar que a gente tem as nuvens acima de nossas cabeças sempre vai estimular sonhos e bons desejos.

Esse blazer

Blazer de paetês com brilho usado com short jeans e camiseta

Ou paletó. Ou cardigã. Ou jaqueta. Ou sei lá como chama essa peça. Só sei que, entre todas as minhas possíveis obsessões do momento, quero um negócio desse coberto de paetês pra usar com minhas camisetas mais sambadas e os shorts mais rasgados, exatamente como na foto. Paetês são sempre lindos e têm essa propriedade de deixar todo o resto lindo também.

Esse globo

Decoracao com globo terrestre customizado com desenhos e frases - DIY

Esse daí é da Anthropologie, mas que ideia acessível é pintar um globo em casa e escrever ou desenhar em cima, hein? Amei muito e vou mesmo catar um baratinho pra adaptar a ideia em casa. Claro que, se rolar, vai virar post.

Esse look

Look boho - vestido leve e cardiga com estampa tribal

Nunca acontece de ter duas fotos de look num Coisas Lindas da Semana, mas não resisti dessa vez. Já tinha escolhido o lá de cima e não pude deixar de escolher essa maravilha de vestido soltinho com maxi-cardigã. Já tava pensando que vestiria isso todo dia, atém me lembrar do calor que tá fazendo. Bom, vestiria em todo dia fresquinho, pelo menos. :)

Espero que essas ideias ajudem a inspirar a semana de vocês. Elas vêm do meu Pinterest e tem outras coisas legais por lá. :)