Decoração

Decoração
Decoração

Vídeos

Vídeos
Vídeos

Receitas

Receitas
Receitas

Redução de Danos | Espremedores de espinhas

Eu sou uma espremedora compulsiva de espinhas. Eu sei que é nojento, que muitas de vocês estão fazendo careta de imaginar aquelas "coisinhas" saltando dos poros inflamados, mas não sou bobinha e sei que outras muitas sofrem do mesmo mal que eu e, se puderem, passam horas na frente do espelho, procurando o que espremer.

Sei que fazer isso é uma burrice. mancha a pele, pode provocar inflamações sérias e parece coisa de gente descontrolada, mas que é espremedor compulsivo sabe que é muito difícil resistir, então, com o tempo, você acaba criando métodos pra que esse vício infame prejudique um pouco menos a pele.

Então aqui vai minha Política de Redução de Danos Para Espremedores Desavergonhados de Espinhas:

1. Sua pele tá lá protegidinha, aí você vai, toda pimpona, abrir um buraco nela. Faz sentido fazer isso com as mãos sujas?
Parece óbvio dizer que, pelo menos, as mãos têm que estar limpas, mas eu sei que não é, que às vezes a gente "esquece" que dedos sujos em cima de uma inflamação na pele não podem resultar em nada que preste.

2. Aí você chega cansada, vai tomar banho, mas, antes, se olha no espelho pra dar uma geral na "fêice", então você dá de cara com uma baita espinhona, lava as mãos, se prepara pra espremê-la e pééééééén, toca a sirene do perigo. De nada adianta lavar as mãos se o rosto estiver sujo. Higienize bem a pele antes de pensar em espremer, é bom porque pode até ser que, durante esse processo, você até se esqueça de "expulsar" a dita cuja.

3. Lave o rosto com água morna antes, ou faça compressa na área com gaze embebida em água morna. Isso ajuda a abrir os poros e aumentar a circulação sanguínea na área. Além de desinchar um pouco, faz com que a secreção saia mais fácilmente.

4. Se vai espremer, o faça à noite, pelo menos sua pele tem um tempo pra descansar antes de você sair debaixo de sol. Por falar nisso, não se esqueça do protetor solar. Desde que eu comecei a usar regularmente, as marcas de espinhas têm durado muito menos, pudera, a pele agredida já tende a se encher de melanina, imagina se for exposta sem proteção ao sol. Horror.

5. Se você, ao ver uma espinha, não consegue segurar seus dedinhos nervosos, então faça de tudo pra que elas não apareçam:

. Esfolie o rosto uma vez por semana. Mais que isso é perigoso, porque sua pele pode "se sentir" agredida e produzir mais óleo e sebo (argh) ainda.
. Lave sempre com um produto adequado pro seu tipo de pele (sei que essa é manjada, mas não custa repetir)
. Hidrate a pele. Passei um mês sem hidratar o rosto à noite e minha cara se encheu de pequenas espinhas. Uma tristeza. Pele hidratada é mais forte, resistente, menos propícia ao aparecimento de espinhas.
. Se quiser jogar seu esforço no lixo, durma de maquiagem. Deixe que ela obstrua seus poros enquanto você dorme inocentemente.

35 comentários

  1. Dani, eu tbm assumo o meu vício!! adooooro tirar cravos!! O que faço é cuidar da pele pra que essas coisinhas apareçam menos, mas vou seguir suas dicas de higienizar pele e mãos antes do ataque! Espero que assim, eu consiga resistir mais.

    Beijos, adoro seu blog, leio quase todo dia!

    ResponderExcluir
  2. Cara... no sábado eu tava com um verdadeiro TUMOR na bochecha. Apertei e inchou mais ainda, ficou pavoroso.
    Passei o secativo da Avon, deixei o dia inteiro coberto com band-aid e melhorou bastante. O lance mesmo é não cutucar, por mais que dê vontade.
    Ah, adoro o blog!!

    ResponderExcluir
  3. Não faça nunca isso em casa!

    Faça uma limpeza de pele mês sim, mês não, é milagroso!

    Bjsss.

    ResponderExcluir
  4. Eu espremo quando aparece tbém..

    ResponderExcluir
  5. Me dá vontade de chorar, quando meu rostoi enche de espinha, o pior é que só aparecem aquelas gritantes, que não conseguimos viver nem um segundo com elas. Eu acabo espremendo, aí mancha a pele, é um saco.

    ResponderExcluir
  6. eu sou totalmente compulsiva...mas to tentando largar ese vicio porque faz mal demaissss
    soh q ainda eh quase impossivel resistir quando aparece aquela espinha gritanteeee...como apareceu agora...hehehhe
    bjoss
    www.paponadacabeca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Burrice é deixar sujeira (de cravo) dentro da sua pele, beijo!

    ResponderExcluir
  8. Estou pra descobrir quem tem uma bixa dessas no rosto e não espremer! ¬¬

    Você é muito engraçada!

    Adorooo teu blog.

    Jana.

    ResponderExcluir
  9. eu ja tive serios problemas com isso. e percebo que quando to mais estressada, mas fico cavucando a pele... e quando nao tem nenhuma espinha acabo inflamando um cravo que fica horriveeel :( mas to tentando parar haha

    se é pra falar de coisas nojentas, tenho uma pra dizer: pq parece que quando a gente volta da rua no fim do dia, a espinha fica mais molenga e facil de sair (com a pele suja mesmo)? será por causa da oleosidade acumulada no rosto? na minha pele isso acontece. :/

    dani

    ResponderExcluir
  10. Eu também sofro desse mal. =(
    Que horror.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. quando teremos dicas sobre dieta novamente?

    ResponderExcluir
  12. Aaaaah menha felha eu tbm tenho esse problema :S mas parei mais depois que tive um lindo abscesso na bochecha por causa de uma segunda cabeça que estava nascendo na dita cuja, fui lá não me aguentei me lasquei, até hoje minha bochecha esquerda é levemente mais avermelhada =/

    ResponderExcluir
  13. Uma diquinha bem boa, sao 2 sabonetes que amenizam as manchas e tb o surgimento de novas espinhas... Ja usei o Actine e agora uso o Effaclar... Ambos MTO, MEGA, PLUS bons!

    ResponderExcluir
  14. ótimas dicas hein?!

    bjbjbj

    ResponderExcluir
  15. Espremer cravo eh uma tentação... quando tem um maior, uso um emoliente e faço a espremeção bem de leve. Mas vou te dizer, cuidar da pele, lavar certinho e esfoliar diminuiram meus cravos 80%. Beijim! Lanny (poeumbatonzinho.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  16. Sofro com acne!
    Tem que ter mt disciplina pra controlar!

    ResponderExcluir
  17. "Se vai espremer, o faça à noite, pelo menos sua pele tem um tempo pra descançar antes de você sair debaixo de sol"
    De nada adianta dar dicas pra outras pessoas se você não sabe nem escrever direito. DescanSar, por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, as dicas dela foram ótimas, ela foi educada e nada arrogante. Totalmente diferente de vc, que por conta de um erro gramatical (todo mundo entendeu o que ela quis dizer) veio encher a paciência e deslegitimar tudo que a moça disse.
      Que feio, mesmo se ela falasse ou escrevesse tudo errado, não é um bom português que faz suas palavras valerem!
      "Acredito que errado é aquele que fala correto e não vivo o que diz" - Uma musiquinha para vc, do Teatro Mágico, dá um google ;)

      Excluir
  18. Laila, baby! Quando for corrigir os outros, seja mais gentil. Manda um email, por exemplo.

    ResponderExcluir
  19. eu sou muito compulsiva tambem... se fico triste, desanimada, irritada, ansiosa ou qualquer coisa lah vou eu espremer meu rosto e braço... eu tenho varias manchas no braço (casca de feridas mesmo) de tanto me espremer... eu tento parar mas eh como um vicio... nao consigo =/... ahh, valeu pelas dicas... vou ver se dah certo (Y)

    ResponderExcluir
  20. eu estou tendo sérios problemas com a minha pele, do nada mil espinhas, dai pra não fica espremendo, eu pego agulha descatável e furo, dai eu espremo, é meio imbecil, mas eu me sinto menos culpada, pq a pele fica menos vermelha, enfim, eu só sei que eu to ficando doida, ja num sei mais o que faze.
    to comendo aveia, li em algum blog que faz milagres ;pp

    beijo

    ResponderExcluir
  21. eu sou completamente louca por espremer espinhas. às vezes a minha pele tá linda e muito boa, mas eu simplesmente vou no espelho e procuro uma pequenina espinha pra espremer. o pior é que espremo quando to muito estressada (quase sempre).

    ResponderExcluir
  22. Nossa...li todos os relatos, mas estou sofrendo horrores com esta compulsão, não sei mais o que fazer, quando minha pele está boa eu vou lá e simplesmente acabo com ela...procuro e aperto os cravos até ficarem uma ferida...aí me sinto aliviada por usn instantes porque depois me atormenta o jeito que deixei minha pele. Minha família está me cobrando, mhas amigas dizem que estou destruindo meu rosto..já tentei v´rias vezes mas não consigo PARAR!!!
    mE AJUDEM POR FAVOR!!!

    ResponderExcluir
  23. Nossa eu acha q so eu tinha essa mega necessidade de espremer espinhas... Sempre q estou nervosa passo a mao no rosto e quando sinto uma, nao resisto, é automatico, vou la e espremo... Na hora eu me sinto aliviada, mas assim q olho como ficou me sinto muuuito culpada e juro pra mim mesma q nao vou mais espremer, so q sem perceber me pego cutucando as benditas. Tenho unhas grandes e sou apaixonada com elas, cheguei ao ponto de ter q corta-las para ver se paro de vez com esse pessimo habito

    ResponderExcluir
  24. Tambem sofro muito com o habito de apertar espinhas (ate as que nao existem mas eu insisto em apertar pra ver se sai alguma coisa). Chego a chorar depois de passar muuuuito tempo fazendo isso. Termino completamente inchada,marcada,vermelha,arrependida,com dor na coluna (dependendo da posicao que fico pra chegar mais perto do espelho),pes inchados (de ficar tanto tempo na mesma posicao)....e ainda assim insisto nessa mania destrutiva que ao mesmo tempo me da um prazer muito grande. Aos 16 anos procurei uma psicologa e ajudou muito pra que eu me conhecesse melhor. Ela pediu para que eu escrevesse em um papel o que eu estava pensando imediatamente antes ou durante o cutucar de espinhas. Ajudou muito. Consegui perceber que assim como muitos fumantes,eu fazia aquilo pra me acalmar,para me sentir melhor diante de alguma situacao,pra tentar controlar minha ansiedade. Feito isso,eu passei a conversar comigo mesma enquanto me apertava e isso fez com que o tempo diante do espelho diminuisse bastante. Mas o habito continuava. Segui orientacao da psicologa e pedi ajuda a minha familia. Sempre que me viam cutucando rosto,costas,vinham conversar comigo,me pediam para que eu fosse fazer outra coisa. Eles me ajudaram demais mesmo recebendo tantas patadas minhas. E o tempo na frente do espelho cada vez menor mas o habito continuava. Continuei seguindo orientacoes da psicologa que me aconselhou a colar papeis com o sinal de proibido (iguais aos de transito) em todos os espelhos da casa. Parece bobo,mas ajuda bastante meeesmo! O processo eh lento,ainda preciso da ajuda da minha familia. Estou com 22 anos,muitas manchas que fazem com que eu sinta muito remorso de tantas cutucadas mas consigo ficar muito bem por longos periodos. Situacoes estressantes,que me deixem insegura e com baixa estima me levam ao espelho imediatamente. Mas agora ja tenho mais controle com a duracao do apertar,higienizo melhor minhas maos e procuro seeempre me sentir bonita..gostosona...pq ai eu nem penso em me fazer feia! Fazer academia,chegar no peso que eu busco,fazer uma escova no cabelo,colocar um bom salto,uma roupa bonita,me perfumar...me sentir amada por mim...tem sido fundamental pq quando coloco a mao no rosto logo pensopreciso me fazer feliz pq agora estou muito bem. Me sinto bem, entao nao preciso me destruir desse jeito."

    ResponderExcluir
  25. Thiago Renan, 32 anos. Poxa, eu sou desse jeito. Vivo me contorcendo para tirar das costas quando estou em casa sem camisa, no rosto não tenho muito, enquanto não tiro toda secreção não sossego. Meu vício...aff. Ouvi dizer que sol moderado ameniza pelo fato de ocorrer

    ResponderExcluir
  26. �� Lendo todos os relatos acabei de percebe que sou compulsiva por espremer acnes. Normalmente, que dizer sempre eu faço isso quando eu tou nervosa ou em alguma situação que não me sinta confortável.
    Faço isso até sai sangue dela enquanto não sai não me sinto bem eu amo sentir elas saídos (nojento eu sei) mais e uma forma de tenta me desligar de algumas situações.
    Meu rosto ta ficando horrendo só ferida e marcas.
    No momento ei sinto prazer depois da uma angústia.
    Mais desde pequena sofro com o vício de deixa marca no meu corpo dos 9 aos 12 eu só parava de cutucar minha perna quand tava só sangue.
    Depois 13 aos 15 eu comecei a fura minha gengiva e língua.
    E agora com 16 anos tou acabando com meu rosto .

    Me ajudem ����

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procure um dermatologista, é o melhor método pra isso! Falo porque passei por isso e sei o quanto é difícil e ruim. O dermatologista vai te orientar pra acabar com as espinhas e com os cravos. Espero que consiga, bjs

      Excluir
  27. O hábito de espremer cravos no meu braço começou por volta dos 8 anos de idade, com a chegada da adolescência comecei a espremer o rosto também. Por muito tempo fiz sem nem perceber, até que as pessoas começaram a me alertar, dar puxões de orelha. Sentia e sinto até hoje ''água na boca'' toda vez que vejo a espinha ou um relevo no rosto (por mais que seja mínimo) e começo a espremer até sair sangue. Primeiro o prazer e depois a culpa, vontade de ter as mãos amarradas já que o ato é inconsciente. Parece que há uma ''falha'' no cérebro, na parte da censura, achei interessante o comentário anonimo anterior que indicou as placas de PROIBIDO no espelho, tem resultado pois a placa está censurando o que o cérebro ''passa'' batido, a vontade de cutucar a pele é tanta que não há uma reflexão a cerca do comportamento ocorrido. Ele simplesmente acontece.
    Fiquei dois anos sem espremer compulsivamente pois decidi fazer caminhadas para não ficar ociosa/ansiosa e deu certo. Porém há um ano perdi uma pessoa importante da minha família na minha frente, e os episódios de mania voltaram com tudo. Mesmo tendo ''um pouco mais de consciência'' a cerca do que estou fazendo, a agonia e dor são berrantes internamente que só os beliscões parecem trazer-me prazer e sensação de estar viva.

    ResponderExcluir
  28. Eu simplesmente não consigo apertar NADA na minha pele. Eu morro de medo de ficar com marcas isso é o suficiente para eu não apertar nada. Tenho uma preocupação extrema com a pele, gosto de gastar meu dinheiro com produtos para a pele, para evitar estrias, celulite, ácidos, etc. Por causa de um problema hormonal ainda tenho acne, que apesar de ser leve é persistente e me irrita. É só eu enxergar uma acne aquilo é uma facada para mim, me deprimo demais. Parei com a pílula e surgiram algumas malditas, uma inflamou e sem querer encostei o oculos de sol em cima dela, arrancou a inflamação inteira. Já fiquei desesperada pensando se foi algo profundo. Vivo nessa angústia, é um horror. Para eu não ter acne tenho que me entupir de hormonios.

    ResponderExcluir
  29. Se eu pudesse, ficaria um dia inteiro apertando os cravos do meu braço.. é uma vontade incontrolável de apertar até onde o cravo não apareceu ainda, parece que essa coisa nojenta que sai dele não pode ficar no meu corpo. A pele fica horrível e ardendo depois, mas assim que passa, já estou eu apertando de novo. Ô vício chato hein..

    ResponderExcluir
  30. Quem é compulsivo sabe, a gente espreme até o que não é espinha (como picada de mosquito ou qualquer outra irregularidade na pele) na esperança de extrair alguma coisa, e lesionamos a pele desnecessariamente, não que espremer espinha o seja, mas vcs entendem. O primeiro passo pra atenuar a coisa é evitar "scanear" a cara. Tirei o espelho do quarto, não me "curei", mas pelo menos não perco tanto tempo de vida procurando o que às vezes nem está lá.

    ResponderExcluir