Decoração

Decoração
Decoração

Vídeos

Vídeos
Vídeos

Receitas

Receitas
Receitas

Duelo de Mini-Contos {na vibe dos amigos-secretos}

Lembram que comentei com vocês (e pedi que me indicassem, hihi) sobre o amigo-secreto do Shopping Recife? Pois é, os vinte blogs participantes da festa que vai acontecer dia 10 (entre eles, e graças a vocês, o Ricota) estão publicando textos sobre amigo-secreto, mas só os dez mais comentados vão entrar no amigo-secreto.

Como o texto em questão podia ser ficcional, resolvi escrever dois mini-contos, coisa que nunca fiz por aqui. Só tem um probleminha: os dois estão sem final e só vou postar o fim de um deles, o que for mais votado nos comentários. Então lê aí, pessoal, e vota no preferido (espero que vocês simpatizem com alguma das protagonistas e tenham mesmo vontade de ler o final da história dela) . ;)

1.
A Grande Mudança
_____________________________________

Uma caixa de chocolate, um pano de prato e um jogo de copos. Isso foi tudo o que Juliana ganhou nos últimos três anos em que participou do amigo-secreto da rua. Mentira. Nos últimos quatro anos, porque no penúltimo, o infeliz que tirou seu nome sequer foi à festa, muito menos mandou presente. E, hoje em dia, passa por ela, cumprimenta e sequer comenta sobre a dívida. Ela pensa nisso e bufa de raiva até hoje.

Pra quem vê de fora, parece bobagem, parece frescura reclamar tanto e dar tamanha atenção a um mero não-presente, ou aos maus presentes habituais, mas pra Juliana eles são o retrato do atraso. A tristeza em dar um presente super escolhido e ganhar um molambo faz ela lembrar dos dois anos que não namora, do emprego mais ou menos e da dieta que dura meia-hora e termina num pote de sorvete.

O nome do evento, pra ela, devia ser "O Amigo-Secreto da Rua da Amargura".

Ela precisava fugir, mas não tem como. Dia 2 de dezembro tinha sorteio. Não adiantava dizer que ia viajar, porque D. Juraci, a organizadora, depois do prejuízo que a própria Juliana levou por causa do vizinho cara de pau, ficou criteriosa e diz que "tudo bem, querida, deixe seu presente na minha casa que eu entrego depois o que te derem". Embora isso elimine a necessidade da presença na festa da rua, reforça a idéia de decadência, porque seguir qualquer sugestão de D. Juraci é se entregar ao fracasso.

A única solução era se mudar. "Sério, não tem outro jeito", ela pensou. Comentou com uma amiga do trabalho, que jogou a idéia na vala. Disse que era a maior idiotice do mundo.

Juliana deu de ombros, comprou o jornal do dia e investigou os classificados. Achou um apartamento. Pensou que não precisava alugar outra casa, já que morava sozinha. Viu o apartamento, fechou negócio, pagou o primeiro mês de aluguel e chamou o caminhão de mudança. Tudo em dois dias. Disse a D. Juraci que "valeu, adeus, gosto muito dos seus panos de prato pintados à mão, mas preciso ir".

Chegou na casa nova, mal tinha arrumado as coisas e já bateram na porta. Era a nova vizinha, que disse...

2. A Pior das Situações ______________________________________

A única coisa que pode fazer um emprego ótimo, que paga bem, parecer uma porcaria é se você usa tudo o que ganha pra pagar as dívidas. "Pior é não ter dinheiro pra pagá-las", alguém pode argumentar, mas trabalhar o mês inteiro e não ver sobrar nem pra calcinha nova é o fim. Pra Marta até que nem tanto, porque já tá acostumada, o último namorado fez um rombo estratosférico no cartão de crédito da pobre coitada, e ela, que tinha acabado de conseguir o emprego, nem teve lá muito ânimo pra comemorar. Além do que, não tinha três reais pra comprar uma caipirinha e brindar só.

Voltava todo dia a pé do trabalho e só jantava porque ainda vivia com os pais. Nunca disse nada a respeito no escritório, mas sempre se esquivava de qualquer programa que deixasse clara pra geral a sua condição periclitante. Teve um dia, até, em que ela foi comprar absorvente numa loja de departamento, já tava com o pacote na mão, mas botou de volta no lugar quando viu uma colega do trabalho. Era do mais barato e sem abas.

Apesar do suplício, tudo caminhava relativamente bem, já tinha coberto 50% da dívida e a vida dava sinais de que ia se ajeitar daqui a não muito tempo. Tá bom que era fim de ano e ela até queria uma roupa nova, mas podia esperar um pouco. Melhor não gastar. Só que o pessoal do escritório resolveu fazer um amigo-secreto e, nossa, o valor era alto, pra combinar com os salários deles, também altos. Ela tentou sair de fininho, inventar uma desculpa, mas quando a primeira pessoa perguntou por que ela não queria, se tinha achado caro o presente, Marta se encheu de um orgulho fora de hora e respondeu que "não, o preço é bem razoável. Baixo até. E vou participar sim, pode colocar meu nome".

Na hora em que pegou o papelzinho com o nome de seu amigo, Marta gelou. Pior que tirar o chefe, muito pior...
______________________________

E agora, gente, de qual desses textos vocês querem ler o final? Do 1 ou do 2?

Comentem aí, que domingo posto o fim do mais votado. =)

27 comentários

  1. voto no 2.

    me identifiquei. hahahaha!

    ResponderExcluir
  2. Putz, quero saber o final dos 2!!!! MAs o q me deixou mais intrigada foi o no. 1!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Ah, eu gostei mais do segundo, mó me identifico com isso de "orgulho fora de hora que acaba dando merda".

    Mas termina aí os dois, que agora eu tou curioso. =)

    ResponderExcluir
  4. o segundo... mas posta os dois?!

    ResponderExcluir
  5. 2, com certeza!!

    Bjos, nayarac.

    ResponderExcluir
  6. meo, 2, for sure!

    ResponderExcluir
  7. gostei mais do segundo, mas como sou curiosona qria saber do final dos dois
    err...

    ResponderExcluir
  8. eu quero o 1. os dois estao muito bons! parabens, virei leitora assidua do ricota.

    ResponderExcluir
  9. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Danusa, eu voto no 2o. O carma de juliana é otimo e eu adoraria ve-la cumprindo seu tragico destimo. MASSS, eu sinto q quem pisou em rastro de corno mermo foi Martha. Portanto, dos males o maior :)

    ResponderExcluir
  10. Iiiiiih, tô achando que todo mundo pensa que sabe o final do primeiro, por isso tá votando loucamente no segundo.

    Será que eu tô certa? hihihihi.

    Beijo, pessoal, por enquanto tá quase unânime, mas acho que ainda pode rolar uma virada. =)

    ResponderExcluir
  11. posta os dois, dani! ;D

    mas se é pra escolher, ok, tambem voto no dois.

    ResponderExcluir
  12. Voto no 2, mas por favooor, mostra os dois finais! Hahahah

    ResponderExcluir
  13. Jacqueline28/11/09 11:09

    olá, eu gostei do segundo.. mas eu tb gostaria de saber o final dos dois contos..rsrs..

    ResponderExcluir
  14. Estou com o 2 também, mas tô hiper curiosa pra saber o final dos dois. Seu blog é bem legal. Aproveito para convidá-la a conhecer meu blog Look Legal (www.looklegal.blogspot.com), lá tá acontecendo uma promoção top, de um vestidinho da Lei Básica. Vai ser um prazer receber sua visita. Ah, sou de Vitória-ES. Bjão

    ResponderExcluir
  15. Noooossa, eu ADOREI o n° 1.

    Você está de parabéns os dois são ÓTIMOS... você escreve de uma maneira que não tem como não se identificar.

    :*

    ResponderExcluir
  16. Adorei os dois contos, estão ótimos!

    Mas já que tem que escolher um, prefiro o 1º =D

    beijos!

    ResponderExcluir
  17. Voto no conto n°1.
    Mas, se vc quiser colocar os dois finais não vou reclamar :)

    bju

    ResponderExcluir
  18. Voto no 2!!!!!!!
    Maaaaaaaaas, nun faz isso comigo que quero saber o final dos dois!

    ResponderExcluir
  19. Quero saber o final dos 2,Cica!

    Mas gostei mais do 2!

    Bju!

    ResponderExcluir
  20. Parciaaaal: 15X5 pro 2.

    Será que o 1 ainda vira?

    Sera? Será?

    Beijo, gente.

    ResponderExcluir