Decoração

Decoração
Decoração

Vídeos

Vídeos
Vídeos

Receitas

Receitas
Receitas

Sobre coisas que acontecem e deixam a gente desesperada

Ufa, parece que a pior parte passou e chega aquela hora em que eu penso "escrevo ou não sobre isso no blog?", porque parece desnê prolongar um incômodo que já pode ser esquecido, mas, sei lá, me pareceu útil contar por dois motivos: primeiro porque pode acontecer com alguém - embora eu torça pra que não aconteça - e, depois, porque é sempre bom compartilhar as sensações que a gente tem nas situações difíceis.

Então bora lá.

Quem me segue no Twitter, me viu desesperada duas vezes essa semana que passou. Numa delas, uma das três gatas que foram castradas agora conseguiu romper os pontos externos da cirurgia. Tava tudo muito bem, os remédios certinhos todos os dias, mas uma hora, quando fui reaplicar o Rifocina, vejo um buraco de dois centímetros na barriga da gata. Tremendo, quase sem conseguir discar, liguei pro veterinário, que viu a situação dela e disse que não dava pra fechart de novo, tinha que esperar cicatrizar sozinho, só com remédios. Troca o rifocina por um spray mais potente e mantém os comprimidos.

Pensei em improvisar uma roupa pra ela, pra impedir que lambesse a ferida, mas meu namorado comentou que talvez o tecido ou a gaze, enfim, pudesse colar na pele inflamada e isso ia ser uma tortura pra ela. Não vesti a gata e, como o veterinário mandou, passei a colocar remédio muitas vezes ao dia. Isso deve ter feito ela lamber e cutucar mais vezes também.

Só sei que domingo, depois do almoço, coloquei o spray na ferida e ela me pareceu melhor. Sentei no quintal e dois minutos depois vem a gata com uma coisa saindo da barriga. Eu gritei e minha mãe já sabia o que era quando ouviu. A gata rompeu os pontos internos também e e tinha alguma coisa caindo de dentro dela. Só senti minha pressão cair e uma ânsia de sei lá o quê. A gente olhando atônita pra gata que andava enquanto seu intestino grosso saia e saia do corpo.

Foi uma coisa tão desesperadora que, mesmo tendo sido anteontem, não consigo me lembrar da minha seqüência de ações, mas sei que liguei pro veterinário e ele disse só poder vir à noite. Disse que a colocasse no viajante até lá. Pedi pra minha mãe pegar a gata porque eu não ia conseguir - a gente sempre espera que a mãe seja forte nessas horas. Quando ela chegou perto, a bichinha correu, com medo, ameaçando subir na casa. Foi a pior hora. Imagina uma gata naquele estado se pendurando em janela, caixa de arcondicionado e laje, não ia sobreviver.

Ainda bem, minha mãe conseguiu pegá-la e a gente fez uma bandagem com gaze e malha ortopédica pra tentar proteger até a hora em que o veterinário, que é meu vizinho, chegasse. Por sorte ela se aquietou e passou a tarde deitada na minha estante de gatos (toda vestida de tiras de gaze, dormindo em cima de uma Elle. Irônico). Não foi preciso prender no viajante, ainda bem.

Dessa vez ele teve que refazer pontos internos e externos, obviamente, e também dessa vez eu tô tomando cuidados que nunca precisei tomar com qualquer outro dos dez gatos que já foram castrados. Ela tá bem agora, vestida com um "macacão" de malha ortopédica, presa o dia inteiro - no meu quarto ou perto dos outros gatos, pela coleira - pra evitar que arranque os pontos e faça outras estripulias. Pelo menos até segunda, vai continuar presa. É triste quando ela mia pra ficar livre, mas não quero nem pensar no risco de repetir aquele horror.

Sabe quando você fica de cara com uma fraqueza enorme? Desesperador. Se não fosse minha mãe estar lá na hora, não sei como teria sido. É claro que eu ia pegar a gata e fazer o que o veterinário mandou, masteria sido muito pior. Nessas horas é tão impressionante como alguém que viveu mais que você transmite segurança, controle - por mais que também estaja nervoso. Não tem a ver com o quanto estudou ou só com o tempo que viveu porque eu tenho 24 anos e tava vivendo uma coisa tão assustadora pela primeira vez. Aos 24, minha mãe já tinha uma filha de 5 (o/) e tinha passado por tanta coisa difícil, por tanta situação que exigia que ela fosse adulta, que já naquele tempo ela levaria melhor um momento como esse.

Me percebi - se é que eu já não sabia - muito dependente ainda de proteção materna. Posso até dar uma de mãe da gata e socorrê-la (que se destaque meu namorado, que também tem sido um pai e tanto), mas sem a minha pra me socorrer, não sei como seria.

61 comentários

  1. Ai que tenso!! Que bom que ela tá melhor, né...

    E poxa, 24 anos não é tão velha assim, né Danivs?
    E mãe é mãe. A gente nunca fica totalmente independente...

    ResponderExcluir
  2. Bom saber que ela já foi cuidada, torço pra que ela cicatrize direitinho e comportada =)
    Sem como é desesperador, tenho um cachorro que volta e meia me dá um susto sangrando loucamente pelo nariz. Eu coloco uma toalha com gelo pra estancar, mas fico que não me seguro nas pernas de aflição. Daí eu penso: se com meu amado animal de estimação meus nervos ficam desse jeito, como vou me controlar com filhos???
    Minha mãe aos 24 já tinha 2 filhas (oi eu!), e tudo sempre pareceu tão mais simples pra ela!!!

    ResponderExcluir
  3. Nossa, Dani, foi um desespero mesmo, acompanhei pelo twitter...mas que bom que agora já tá tudo bem, espero nunca ter que passar por algo assim, porque eu com certeza não teria a força que vc e sua mãe tiveram...beijos!

    ResponderExcluir
  4. Quando a pessoa não revisa o que escreve é desse jeito, saem várias besteiras no comentário!


    P.S.: Acho que somos a geração que precisa de medicamentos em casos extremos para se acalmar, né? =P

    ResponderExcluir
  5. Olá! Que aperto vc passou!? Com minha sobrinha aconteceu algo semelhante, a cadelinha dela teve que retirar toda a cadeia mamaria pois estava com um problema e aproveitou e castrou tb! Tb rompeu os pontos, etc e tal! Mas ela é veterinária e conseguiu manter o sangue frio, levou ao consultório do vet da cadelinha e refez a cirúrgia! Esses bichinhos são danadinhos! A minha cadelinha de vez enquando tb me dá uns sustos!
    Haja perna pra tremer! kkkk
    Agora é só aguardar e logo logo ela estará boazinha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente, um conselho para quem vai castrar seu bichinho.Ao invés de Rifocina, use o spray prata, e muito melhor pq deixa um gosto ruim e cicatriza mais rápido.

      Excluir
    2. Spray prata é muito perigoso para bichos pequenos, principalmente para gatos que são mais sensíveis e ao lamber o remédio facilmente se intoxicam. NADA DE DAR REMEDIO DE HUMANOS OU DE BOI/CAVALO PARA SEUS ANIMAIZINHOS SEM INDICAÇÃO DE VETERINÁRIO, VOCE PODE MATÁ-LO.

      Excluir
    3. Spray prata é muito perigoso para bichos pequenos, principalmente para gatos que são mais sensíveis e ao lamber o remédio facilmente se intoxicam. NADA DE DAR REMEDIO DE HUMANOS OU DE BOI/CAVALO PARA SEUS ANIMAIZINHOS SEM INDICAÇÃO DE VETERINÁRIO, VOCE PODE MATÁ-LO.

      Excluir
  6. Oi Dani!
    Eu sei o que você passou, aconteceu com uma das minhas cachorrinhas após a castração também, entrei em desespero total e meu marido que assumiu o controle, pois eu passei mal tb, fiquei desesperada.
    Tenho 4 cães, mais os que vivo resgatando, então a gente passa por cada susto, cada experiência.
    Tem horas em que eu desmorono tb e preciso da ajuda da mãe e do marido.
    Beijos! Melhoras pra sua gatinha!

    ResponderExcluir
  7. Melhoras pra tua gatinha!
    Sei como é se desesperar... Semana passada meus queridos 3 cachorros resolveram "brincar" com um porco espinho. A veterinária disse que nunca tinha tirado tanto espinho d um cachorro, tinha até na goela! Nada comparado à tripas caindo, mas é uma agonia absurda.
    Também tive minha mãe do lado nessa situação. Acho que a gente nunca deixa de depender dela... De repente quando tivermos nossos próprios filhos!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Nossa, quanta tensão. Deve ter sido no mínimo assustador mesmo. Ver alguém, msm que um gato, que é tão próximo passando por essa situação nos deixa frágeis demais.

    Bjs
    =]

    ResponderExcluir
  9. Que desespero! eu já tive 30 gatos, quando um ficou doente quase morri!

    ResponderExcluir
  10. Dani, aconteceu a mesma coisa com a minha cadelinha de Yorkshire

    Faltavam 5 minuos pra começar o primeiro jogo do Brasil na copa e era domingo, e a Nina(nome dela) coçou a barriga, rompendo uns 3 pontos externos.
    Ela tinha tirado 4 mamas por causa de um cancer.
    detalhe que ela usava um curativo e tinha uma roupinha especial..
    num momento de descuido,todos da minha casa ficaram desesperados.
    Meu pai, mesmo sendo medico, naum conseguia se mexer, minha irma correu pra longe. eu e meu namoradao a seguramos, uma enfermeira do meu predio fez outro curativo. dis dias depois a nina voltou pra sala de cirgia.
    Hj ela vai muito bem, oobrigada!

    ResponderExcluir
  11. Nossa, cara, que barra!
    Essas situações são realmente desesperadoras, até mesmo quando rola um resfriado já ficamos preocupados, imagina uma situação extrma dessa.
    Realmente, sorte que sua mãe estava por ali, mas de um jeito ou de outro nós temos que aprender a encarar essas situações..
    Espero que sua gata esteja bem! Você bem mais tranquila e a sua mãe tb!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  12. Nossa, que susto!

    Muito lúcido o que você colocou na parte final do post, gostei da reflexão que fez. Ainda ontem postei um texto que tem mais ou menos a ver com essa questão do amadurecimento. Num momento ainda estamos fazendo coisas e tendo comportamentos de adolescente e no outro, muitas vezes sem nos dar conta de quando, estas coisas e comportamentos já ficaram pra trás, num passado longínquo...
    Gostei muito do seu texto, e realmente penso também que não é uma questão de idade as reações que temos diante de situações de perigo, e sim uma questão de tudo o que já vivemos, vimos e sofremos nessa vida.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. oih...
    meu deus imagino seu desespero, se fosse euh tinha quase desmaiado, um dia ke meu gato komeçou a se sentir mal quase morri, ele parecia estar com ansia de vomito, e eu sem entender nada... quase chorei...
    e nesse feriado fui viajar, sai de casa na terça e deixei meu cunhado cuidando dos meus 2 gatos, mas no sabado ele foi para a praiaaxuh ke falei tanto para ele nao eskecer de por komida para os gatos ke no domingo qndo cheguei tinha 2 potes de cozinha enormes cheio de agua e mais 2 de raçao, ate parecia ke os gatos iriam fikar um mes em casa sozinhos, axuh ke se komportaram bem, nunka havia deixado eles sozinhos por 2 dias, mas so sei ke fikava pensandu neles o tempo td...
    e como disse a "may' do comentario ai de cima, imagina komo sera qnd eu tiver um filho, ja vivo kom o desespero a flor da pele com meus gatos...
    bjux... ke ela melhore logo...

    ResponderExcluir
  14. ......menina..........graças a deus ela esta bem agora!!! cosquinhas na barriguinha dela....eu tenho uma cachorra que achei atropelada e passei cada coisa com ela por isso.....e três gatos........vc imagina o que passo com eles tb né!! Ôh pai do céu!!!

    ResponderExcluir
  15. 0_0 OMG!!! Espero que tua gata fique boa logo... É um desespero muito grande, affy, gosto nem de pensar.

    ResponderExcluir
  16. poxa dani,num sabia que tinha sido tão grave :(
    também fico pensando o quanto sou imatura quando uma coisa mais séria acontece mas a parte boa é realmente saber que tem uma pessoa querida do teu lado para ajudar,como no caso da tua mãe.

    to torcendo aqui para que ela fique boa logo
    beijo

    ResponderExcluir
  17. Nossa!!! Fiquei bem assutada com essa história....tbm amo bichos e fico bem desconcertada quando fico em situações como essas. E melhoras para a gatinha!!!!!!!
    Beijos
    Andrea

    ResponderExcluir
  18. Nossa. eu só faltava enlouquecer quando adoecia algum gato meu. imagina cirurgia abrindo... Ainda bem que deu tudo certo!

    ResponderExcluir
  19. Renata Amorim09/11/10 16:59

    Minha casa sempre foi povoada de gatos e cachorros por conta da minha irmã, louca por animais. E já passamos por situações desesperadoras.
    Nesses momentos, pra eles não lamberem a ferida ou morderem os pontos, o melhor são os colares elizabetanos, aqueles q ficam em torno do pescoço. E curativos de açúcar fizeram praticamente milagre na recuperação de uma cirurgia de cancer de pele, que não podia ser fechada, na perna de uma de nossas cadelas.

    ResponderExcluir
  20. Olá! sou veterinária e sempre leio seu blog mas nunca comento! hj n resisti! Jamais uma ferida cirúrgica em um gato deveria ser deixada pra cicatrizar por segunda intensão (com s mesmo). Já de se esperar que o animal lamba aquilo até arrebentar tudo! Caso aconteça novamente, meu conselho é bater o pé ou pedir uma segunda opinião. O uso de colares elisabetanos é quase que obrigatorio, salvo em animais mto estressados! Uma dica: evite a coleira, pois há casos de estragulamento de felinos que sobem em arvores, prateleiras, engancham a colerinha e acabam se enforcando!
    Boa sorte!!!

    ResponderExcluir
  21. Ju, tava torcendo que aparecesse alguma profissional aqui. =) Menina, como me arrependo de não ter insistido pra que ele ponteasse de novo.

    Sobre a coleira, nunca uso. Além de ter esses riscos, acho que é desconfortável pro animal, mas esses dias tenho deixado ela presa na grade do terraço, no pé da cama, lugares assim, sem muita mobilidade, só pra não perdê-la de vista hora nenhuma.
    _____________________________________________

    Fico tão feliz quando falo de alguma coisa da vida e tanta gente comenta, conta suas histórias, dá apoio. É muito bom.

    Beijo, meninas, muito obrigada por tudo.

    ResponderExcluir
  22. Andressa Rocha09/11/10 20:19

    Que lindo seu amor por sua gatinha! Continue assim!!
    E melhoras pra ela, que ela fique logo boa!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  23. sou louca pelos bichanos Dani! ate tenho um tatuado em mim.
    eu acompanhei essa tensão pelo twitter e fiquei me colocando no seu lugar, nossa Deus me livre, sou mole demais, quando castrei os meus 3 gatunos quem fazia curativo era meu esposo pq eu nao posso ver sangue nem nada que se pareça com uma ferida que minha pressão já cai! acho que se passasse por algo assim ia ter que levar minha gatinha pro vet e eu pra uma emergência rsrs
    Mas fiquei muito feliz que ela ta se recuperando bem!
    bezitos pra ti

    ResponderExcluir
  24. vc me desesperou... minha gata vai ser castrada amanha, e ela é inacreditavelmente louca e inquieta! haha
    espero que de tudo certo ai na sua casa e aqui na minha também!

    ResponderExcluir
  25. ouw, dani.
    tão triste, mas jaja ela ta boa de novo!
    =*

    ResponderExcluir
  26. Nossa, qeu horror =((
    eu tenho gatos e ja resgatei muitos.. logo, muitas castrações perto de mim. A Vet comentou desse tipo de situação, que é até normal e assusta mesmo. Vc tentou colocar o abajour nelas? Assim ela não lambe.

    Manda um beijo pra sua mamis e outro pras gatinhas danadas!
    e um pra vc heehe

    bj
    P

    ResponderExcluir
  27. Já passei por sufocos iguais ou piores com animais: gato com múltiplas fraturas, cachorro com os olhos saindo da órbita, cachorro com escaras e por aí vai... E ter uma mãe maravilhosa que acalma todo mundo quanto tudo parece estar desabando, até mesmo com ela, "não tem preço". Curta muito a sua e diga sempre o quanto vc a ama!

    ResponderExcluir
  28. O pior parece que ja passou.

    Agora vc deve sentir a responsabilidade que é ser "mae" em todos os momentos.

    Apesar de vc ser muito jovem ainda, eu que sou mae te garanto, na hora da difucldade é so' com a mae que podemos contar!

    Cuide bem dos seus filhotes!

    ResponderExcluir
  29. Oi Dani,
    Que bom q ela está se recuperando bem.

    Tive um caso parecido e sem bem como é isso.

    Um dos meus gatos foi castrar e teve alergia a anestesia... E segundo a veterinaria, a forma do organismo dele expelir a anestesia foi pela pele. Abriu uma ferida na verilha q foi esgarçando (aprendi q pele de gato é elastica). Tb disse q nao podia dar pontos e esperar cicatrizar sozinho. Mas ele lambia. Infecionou. Era pus pelo corpo todo. Teve q abrir mais e cortar a pela e costurar de novo. Nova anestaesia. Mais duas feridas. Foram 3 meses de colar elisabetano (o abajur) e roupinha (improvisamos um macacão de bebe). O bichinho sofreu muito, e nós tb. Mobilizou a familia toda, minha avó ficava em casa com ele de dia, pq os remedios (homeopatia, já q ele é super alergico) eram de 3 em 3 horas e a gente trabalha fora. E os curativos eram trocados todo o dia no veterinario, pq a gente nao tinha estrutura para isso.

    Mas no final deu certo, e o Frederico tá aqui, firme e forte. Mais lindão do que nunca.

    E o que supreendeu? Eu acabei sendo a mais calma de todas. Pq meus pais choravam o dia todo. Por 3 meses.

    Espero que o seu nao demrote tanto, mas vai dar td certo.

    Bjão

    ResponderExcluir
  30. Nossa Dani! Vi o post hj de manhã mas não pude comentar, pois no trabalho é bloqueado.
    Eu tenho 4 gatos e todos já foram castrados. Como moro em apto fica mais fácil de controlar os passeios e lambidas na área da cirurgia. Mas no seu caso, com 14 (!!) qd eles voltarem da cirurgia, deixe eles presos dentro de um quarto ou banheiro pra eles não pularem de lugares altos nem subirem escadas. Dará um pouco de trabalho, mas compensa, pois assim isso não acontecerá mais. E se o bichinho ficar lambendo muito e não for muito estressado, vc pode colocar o colar elisabetano tb como o pessoal já falou.
    Uma das minhas gatas rasgou a pata naqueles ganchos de pendurar vassoura (ela voa!! rsrsrs)e ficou aparecendo os nervos. Mas, pelo menos não sangrou tanto, levei no vet q fez uma cirurgia (acho q religou algum nervo) e ela ficou bem depois de uns dias. Mas qd vi foi o maior susto! E eu tava sozinha na hora... Acho q vc só não foi mais forte pq tava com a sua mãe, pq tenho certeza q se vc estivesse sozinha tinha dado conta. Qd é com nosso filho, viramos leoas!!rsrsrsrs
    Boa sorte com a cambadinha linda!

    ResponderExcluir
  31. Morria de medo disso acontecer. Quando a minha foi castrada eu coloquei o cone nela e deixei ela longe do outro gato e longe de coisas que ela pudesse subir. Ela reclamou bastante, mas eu nem ligava, pq se eu soltasse era certeza de ela lamber e arrancar os pontinhos.
    Que bom que ela está bem agora.
    Beijão, conterrânea!

    ResponderExcluir
  32. Oi Dani!
    Aconteceu isso com uma gatinha que eu tive! Ele tinha feito uma cesariana e romperam alguns dos pontos externos. Quase morri de desespero, nunca rezei tanto na minha vida! O veterinário tbém disse que teria que deixar cicatrizar sozinho (absurdo, né?) e a a pobrezinha ficava querendo amamentar o filhotinho sobrevivente (o veterinário errou feio e a gatinha, dopada da cirurgia, acabou sufocando os outros filhotes). Graças a Deus minha mãe também me ajudou. Até deixamos o gatinho mamar, sempre vigiando para ele não chegar perto do machucado. No final tudo deu certo e ela viveu até os treze anos! É o que vai acontecer com a sua, se Deus quiser ela ainda vai viver muito anos!
    Flávia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou numa situação parecida.Minha gatinha fez a retirada de rumores mamarios e castracao na quarta feira e sexta os pontos abriram desesperada liguei pro bar e ele disse que não tinha como dar os pontos dinovo pois a pele dela tá muito sensível e que romperia dinovo.E colou com super bonner do que quando cheguei em casa tava aberto dinovo.Liguei novamente e ele falou que era melhor deixar fexar com o tempo.Estou desesperada alguém me ajuda por favorrrrr

      Excluir
    2. Gente desculpem mas o comentário acima esta cheio de erros de português nao é burrice não tá? E nervosismo mesmo.

      Excluir
    3. Estou numa situação parecida.Minha gatinha fez a retirada de rumores mamarios e castracao na quarta feira e sexta os pontos abriram desesperada liguei pro bar e ele disse que não tinha como dar os pontos dinovo pois a pele dela tá muito sensível e que romperia dinovo.E colou com super bonner do que quando cheguei em casa tava aberto dinovo.Liguei novamente e ele falou que era melhor deixar fexar com o tempo.Estou desesperada alguém me ajuda por favorrrrr

      Excluir
  33. Só de imaginar a cena fiquei com o corpo mole do outro lado da tela. Que triste! Ainda bem que o final foi feliz.Acho que apesar de cada coisa no seu tempo, a gente tem que se jogar mais na vida, sair um pouco da zona de conforto para se testar. Eu sai da casa da minha mãe na sua idade, fui morar em outra cidade, outro país, tanta coisa nova, e vejo o quanto todos os perrenges e dificuldades a que fiquei exposta no meu começo de vida nova me ajudaram. Sou grata a cada dor de cabeça que tive, e acho que sou 15 mil x mais madura por isso.Mas ao mesmo tempo, tem coisa que sempre vai exigir o colo da mãe, ou a força de alguém que represente muito na nossa vida, não tem jeito! E é normal, a gente não tem que se culpar por isso.Pode saber que ela tb precisa da sua força, mesmo que vc não saiba.bjs !

    ResponderExcluir
  34. Nossa, fiquei nervosa só de ler o post, nem consigo imaginar o que vc passou, ainda bem que a gata tá melhor!:)

    Beijo.

    ResponderExcluir
  35. Ai, nossa, Dani, fiquei com o coração na mão aqui enquanto lia.

    Que bom que agora está tudo bem. Eu tenho 2 gatos e já passei por essa situação de ter muitos. Eles vão se reproduzindo e é meio desesperador, por isso castrar é realmente importante, mesmo com o risco de complicações que há em qualquer cirurgia.

    Tomara que tudo siga bem.

    Beijos

    ResponderExcluir
  36. Só de ler seu texto, já achei este veterinário bem displicente quando um ponto rompeu.
    Ainda bem que apareceu uma veterinária aqui para dizer que ele deveria ter "recosturado" tudo.
    Tenho dois gatos e jamais deixaria uma ferida aberta caso isso acontecesse.
    Aki no Rio há casos de péssimos veterinários e quase perdi meu pequeno por conta de diagnósticos imprecisos. Hoje em dia, sou bem desconfiada e pentelha.
    Boa sorte pros gatinhos.
    Denise

    ResponderExcluir
  37. Aconteceu a mesma coisa comigo, acredita? então, eu queria saber se sua gata ficou com a boca aberta e salivando e meio tonta depois da segunda cirurgia.
    Grata.

    ResponderExcluir
  38. Castrei minha gatinha de 8 meses no sabado dia 12/01/2013, assim que ela acordou da anestesia parecia alucinada, começou a correr, pular e subir em cima dos móveis, coloquei ela em uma gaiola , mas precisei tirá-la pois debatia-se muito. hoje, 9 dias depois, ela está com uma saliência na barriga, tenho medo que seja uma hérnia, contudo,ela brinca, come, faz xixi e coco normalmente, e não consegue ficar quieta muito tempo, estou dando os medicamentos receitados como antinflamatório e coloquei uma roupinha que fiz,meu medo é que aconteça alguma coisa internamente nela.A veterinária disse que a saliência é normal, por causa dos pontos internos que ainda estão sendo absorvidos, será?

    ResponderExcluir
  39. Castrei minha gata à sete dias atráz, esta sendo bem dificil fazer ela tomar os medicamentos, ela está enfaixada e até agora não tive coragem de tirar a faixa para por a pomadinha.
    Vou levar ela para tirar os pontos amanhã espero que de tudo certo.

    ResponderExcluir
  40. Isso esta acontecendo com a minha, estou desesperada... não chegou a estourar os internos, mas como ela é filhote não para quieta.. estou desesperada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Monielen, leve ela o quanto antes ao veterinário, antes que rompam os internos.

      Excluir
  41. Oi gente aconteceu o mesmo comigo, nunca pensei que passaria por isso.. castrar meus machinhos foi taoo facil agora estou passando um sufoco danado com a minha gata, ela rompeu o ponto faz poucos dias mas como o vet pediu para que ficasse cuidando mesmo assim fui fazendo pra ver se fechavam sozinhos e hoje ela me aparece com algo saindo de sua barriga que seriam as tripas.. fiquei em choque mas coloquei a mao na massa digamos assim cobri como pude para poder na segunda feira de manha cedo levar ela no vet publico, infelizmente nao tenho condições de levar ela em um vet particular.. graças a Deus percebo que dor ela nao esta sentindo por que tomou antibioticos, passo os remedios enfim segunda feira estarei levando ela para fechar os pontos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. moça, por favor, volte aqui pra contar se tudo deu certo. tô torcendo aqui. deixe ela quietinha em um quarto pra não piorar a situação.

      Excluir
  42. Eu também estou tendo essa mesma sensação hoje só que invés da mãe é o esposo. Porque no 7 dia num momento de distração minha gata Vai para cozinha e de repente anda pelo apartamento sem o colar elizabetano procuramos de outro pro outro e até fora no condomínio. Tentando imaginar como tirou e no nervoso acudamos um ao outro porque algumas vezes ela miava manhosa na hora de alimentar-se. Comecei a revirar todo AP e meu esposo segurando para não lamber e foi quando fui dar uma olhada na barriga e cadê os pontos? Ele muito calmo tomou conta da situação e acabei encontrando o bendito colar na lavandeira no gancho das vassouras. Não quero nem imaginar como foi parar lá. Amanhã levarei na veterinária.

    ResponderExcluir
  43. oi, li os o seu e os outros comentarios. Estou passando esse sufoco agora. Minha gata foi castrada e eu coloquei uma roupinha nela, que tampava a barriga. Não sei o houve, se mordeu, se ela ficou muito agitada com a outra gata. Só sei que rompeu os pontos. Me surpreendi e me assustei quando vi o corte aberto. Levei de volta no veterinário e ela receitou uns spray.Depois, levei em um outro veterinário, pq tinha que castrar umas outras gatas, ai aproveitei e perguntei para ele se era normal acontecer isso. Ele me passou uns remédios de 8 em 8 hrs, de 12x12 hs. Bom, to dando pra ela, limpando o machucado com soro( na gases), passando o spray( antiepilético) . Ele disse que demora mais cicatriza. demora uns 30 dias, até um pouco mais.
    Mais o desespero é inevitavel. Estou ainda muito nervosa, fazendo todo o procedimento.
    mais vamos v er. Que Deus me abençoe e abençoe a minha gainha.
    bjs pessoal!!!

    ResponderExcluir
  44. Passei isso com a minha, por 4 vezes, até ela falecer no dia 30/06 agora, coisa mais triste, ela operava, ai passava 6 meses abria de novo, nunca vi isso, da ultima vez agora a veterinária me pediu autorização para fazer um exame para ver se ela tinha uma doença, que não sei qual, que fazia abri assim depois de tanto tempo, só que ela faleceu, e como era mto caro e não ia adiantar mais nada, deixei pra lá, afinal já tinha gastado mais de 3 mil reais com ela, mas o mais triste foi não ter adiantado.... ela foi uma guerreira... espero que tenhma mais sorte..

    ResponderExcluir
  45. Me ajudem está acontece do a mesma coisa comigo,faço curativo duas vezes por dia já faz uma semana a do acontecido mas não vejo melhora nenhuma ,quanto tempo será q demora pra fechar alguém sabe me responder estou desesperada

    ResponderExcluir
  46. Me ajudem está acontece do a mesma coisa comigo,faço curativo duas vezes por dia já faz uma semana a do acontecido mas não vejo melhora nenhuma ,quanto tempo será q demora pra fechar alguém sabe me responder estou desesperada

    ResponderExcluir
  47. Gente estou desesperada no sexto dia rompeu os pontos da minha cadela o que faco nao tenho dinheiro pra veterinario castrei na zoonozes alguem me ajude pelo amir de deus

    ResponderExcluir
  48. Gente estou desesperada no sexto dia rompeu os pontos da minha cadela o que faco nao tenho dinheiro pra veterinario castrei na zoonozes alguem me ajude pelo amir de deus

    ResponderExcluir
  49. Boa noite minha gata passou por cirurgia e seus pontos ja abriram 4 vezes e bem em baixo das pernas traseiras e uma esta quebrada dificultando os curativos. mesmo restrita na gaiola e com macacão abrem os pontos. ela e filhote e não tem mais pele para puxar para fechar. senhor alguém passou por isso.

    ResponderExcluir