Decoração

Decoração
Decoração

Vídeos

Vídeos
Vídeos

Receitas

Receitas
Receitas

{Boys Will Be Boys} Como foi BSB no Recife

Eu pensei que ia encontrar uma mocinha de treze anos, que ia ficar feliz e agradecida por poder voltar do passado pra resolver uma pendência. Mané passado. Me assustei por não achar a cara de antigamente que eu tava procurando, minha expectativa era uma vibe tosquice coletiva, em que todo mundo sabe que aquilo tá fora do tempo - inclusive o grupo - mas se perdoa porque voltar é sempre legal.



Não foi, não tinha tosquice. Tinha mocinhos ainda bem longe de parecer acabados fazendo versões mais adultas das coreografias que a gente lutou pra aprender há mais de dez anos e cantando o show inteiro. Sem playback, sem tentar parecer adolescentes. Sem, inclusive, uma grande estrutura de show, o que foi ótimo: deixou tudo mais simples, mais intimista e mais honesto. Como se tirando todo o "glitter" do que era a boyband-pra-conquistar-adolês-bobinhas, ficasse um grupo realmente legal de pop. Daquele pop chiclete - com caras, bocas e passinhos - que, com toda certeza, foi deus quem inventou.
Então não teve hora em que batesse constrân de ficar histérica ou de cantar macarronicamente as músicas. Nem de suspirar. Eles são tão bonitinhos ainda, aliás, tão melhores hoje: aquelas camisas enormes de basquete e os cabelos pintados de antigamente não favoreciam ninguém. Saí do show torcendo pra que eles continuem, fora de brincadeira. E eu nem sou de chacoalhar cadáveres, de querer que coisas que perderam sua hora continuem existindo porcamente, mas achei os mocinhos da rua de trás bons e divertidos como Britney ainda é (achei eles melhores, na verdade) e, se vestir um Armani em cada um, duvido que não fiquem pau a pau com o Justin.



Brian continua sendo o genro pra quem sua mãe cozinharia todo domingo sem reclamar - e foi o filhinho dele quem anunciou a entrada dos quatro no palco. Nick tá bem melhor do que na época em que eu era a fim dele. Howie é tímido como não parecia que fosse quando rebolava sem camisa no clipe de 'Quit Play Games'. A.J. tem mais barriga e menos cabelo do que antes, mas conserva o mojo e continua sendo a voz grossa do grupo. cantam bem como eu não imaginei que cantassem ao vivo.

Não à toa, 'heart' é a palavra que mais se repete nas músicas. <3

Foi uma noitona. Faltou gente que eu queria que estivesse por lá, mas me diverti um bocado com os amores que foram. Quando acabou o show, pra completar a beleza da coisa, pela primeira vez uma leitora do Ricota me reconheceu "na rua". Bárbara foi um amor. Eu tava suada, meio bêbada e ainda abobalhada com tudo, então, Barbaroca, me desculpe por abraçar você feito uma doida. ;)

Iria de novo se tivesse.

PS: a resenha do JC sobre o show ficou bem legal.

11 comentários

  1. Que feliz essa sua review! Fiquei arrepiada e com lágrimas nos olhos. Acho q já é depressão pós-show. BSB em Recife já se tornou inesquecível. Já fui a 3 shows deles [2 na gringa] e posso dizer: nunca os vi tão felizes, eufóricos e cheios de vibração. Arrisco dizer q nunca os vi com a harmonia vocal tão perfeita. Realmente, vê-los no Brasil com meus amigos Backstreetícos foi um sonho q virou realidade. :)

    ResponderExcluir
  2. Nossa adorei seu texto
    to vendo direto no youtube os videos
    de recife, e sonhando com meu dia 26 em SP
    BSB canta muito e ainda arrebenta, e tem gente
    que ainda me pergunta:
    Eles existem?, aposto que se fossem em um show
    sairiam enlouquecidas igual a mim em 2009 kkkk
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Puxa, fiquei com vontadinha!

    ResponderExcluir
  4. Dia 23 é em BH e apesar de todo o meu ar de ah-eu-vou-pra-realizar-meu-sonho-de-adolescente-já-que-nem-ligo-mais, creio que vou pirar, hein? :)

    ResponderExcluir
  5. Que legal ler seu texto! Hoje eu vou no show deles aqui em Brasília!!! ahhhhhhhh hahaha
    Vou ver se escrevo sobre o show depois.

    Beijos

    gostandodemoda.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Eu tbm amei o show, foi super! Estou ouvindo agora loucamente, fazia tempo que não colocava os cds deles, mas depois do show aquele amor todo voltou... hhahaha... O show foi tudo de MARA!

    ResponderExcluir
  7. Nossa, eu tava lá. Nem acredito que posso dizer isso. Se me dissessem há 15 anos que eu estaria num show deles, eu riria, dizia que sonhava com isso, mas que nunca seria real. Ainda mais que eu nem gostava mais deles como antigamente - não tinha os ultimos cds nem sabia as músicas mais novas. E mesmo assim eu fui, afinal realizar um sonho é sempre realizar um sonho, não importa se ele tem 15 anos. E eu não poderia ter descrito melhor o show.

    Valeu a pena todo o calor, empurra empurra e suor coletivo. Só que da prox vez eu faço como a pessoa que filmou esse primeiro vídeo: nada de frontstage, eu vou é pro camarote ahaha. Lá no FS eu me estiquei toooda, mas a visibilidade não foi nem 80%. Mas valeu tudo, tudo mesmo.

    ResponderExcluir
  8. Nossa eu iria tbm.. bons tempos qndo eu era teen inocente amava eles, paixão platonica por todos! O nick era o meu preferido, eles continuam otimos...adoraria ter ido no show viu?

    ResponderExcluir
  9. Sensacional o review, descreveu o sentimento de quase todo mundo que foi. Mas ei, eu senti falta sim da parafernália toda da época de ouro deles, mas no geral o show foi muito melhor do que eu esperava que fosse e me diverti muito! =D

    PS: O vídeo que fiz lá, bem fanboy mesmo: http://www.cabecao.org/-/33 =)

    ResponderExcluir
  10. To sofrendo depois de ler seu post.

    Me deu VONTADE LOUCA de ir aqui em SP, mas esgotaram os ingressos.

    Acho que vou fazer aloucahisterica e vou ficar na porta tentando comprar ingresso.

    COMOLIDAR?

    ResponderExcluir
  11. Aiiii...
    Li teu post e que saudade daquela época... Amava eles...
    Nossa deve ser maravilhoso ir a um show deles, mesmo depois de tanto tempo... Pena que onde moro não terá show.
    Beijo

    ResponderExcluir