Decoração

Decoração
Decoração

Vídeos

Vídeos
Vídeos

Receitas

Receitas
Receitas

Você escolhe uma bolsa ou uma viagem?

Eu não tenho nada contra comprar uma coisa e vender mais cara. É o princípio básico do comércio e existem produtos que tem 20% de lucro enquanto outros têm 800%. É assim mesmo e tá longe de mim condenar alguém por pagar "caro" em alguma coisa, afinal caro pra mim pode nem fazer cócegas na carteira da pessoa.

Por outro lado, se existem alternativas, se a gente pode comprar o mesmo objeto pagando menos, bem menos, nada mais justo que aproveitar, certo? Nesse caso, saca só.

 

Essas duas fotos aí em cima são do Garotas Estúpidas. Camila esteve na Cartagena e mostrou as bolsas de lá que se espalharam pelo mundo. Elas são chamadas mochilas Wayuu, são artesanais e, até onde pesquisei, dá pra encontrar em toda a Colombia. 

Eu acho as bolsas lindas e realmente fico feliz que bombem mesmo. Por terem a ver com a cultura de um local e serem produzidas por um povo nativo. A gente tá tão acostumada a ver bolsas da Chanel, da Burberry, da Hermés virando desejo, que ver bolsinhas típicas assim ganhando valor é ótimo. 

O problema das bolsas, aqui no Brasil, é o preço. Cada uma custa, em média, R$900. Sendo que, na Colômbia, o preço varia de US$15 a U$30. A que Camila comprou era das mais caras e foi US$70. Eis que, por coincidência do destino, tão surgindo promoções frequentes de passagens pra Bogotá, na Colômbia também.



Esses preços são de uma promoção da TAM divulgada pelo Melhores Destinos, que rolou até ontem com várias passagens pra cidades da América Latina. A passagem mais cara entre as capitais que aparecem aí não chega a R$700. Fiz uma pesquisa no Booking e, se você passar uma semana num quarto duplo de um hostel em Bogotá, gasta uns R$400. Juntando com o preço médio das bolsas lá, convertido pra Real. o resultado é esse:


Ou seja, passar uma semana de férias em Bogotá e voltar pra casa de bolsa nova custa só R$270 a mais que comprar só a bolsa no Brasil. Claro que viajar tem outros custos, mas eles acabam diluídos no prazer da experiência. Além disso, pelas pesquisas que fiz, Bogotá não é um lugar caro. Com isso, eu estou falando mal de quem vende ou de quem compra aqui? De jeito nenhum, o mercado é livre e cada um sabe do dinheiro que tem e o que faz com ele. 

Meu objetivo é mostrar que, se você não tem dinheiro sobrando, sempre há um jeito de otimizar as coisas, de comprar melhor, gastar melhor. Eu, por exemplo, adoro bolsas novas, mas prefiro viajar. E se tem jeito de viajar e ter a bolsa nova gastando quase o mesmo, melhor ainda. As mochilas Wayuu são um exemplo, mas, se a gente parar pra pensar, tem muitas outras situações em que nosso dinheiro não é otimizado como poderia. ;)

30 comentários

  1. Bem observado, guria!
    Sempre aparecem essas promos de passagens baratinhas no Melhores destinos. 900 reais em uma bolsa, calma lá minha gente, tá quase o preço de uma LV.
    o_o
    Não dá né?
    Obrigada pelo post!
    Bjs
    Ingrid
    www.feriadoparticular.com

    ResponderExcluir
  2. Parece com o caso do PlayStation 4 por 4000 reais! Hahaha

    Eu jamais pagaria 900 numa bolsa nas minhas atuais condições, mas certamente pagaria muito mais numa viagem. :) Viajar está entre minhas coisas preferidas!

    ResponderExcluir
  3. Viajar é o único tipo de gasto que te deixa mais rica, como dizem.
    Já em relação ao preço dessas bolsas, só digo isso: má fé, ridículo e coisa de picareta mesmo ¬¬

    ResponderExcluir
  4. Um dos melhores posts do Ricota:)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pegou a idéia de outra blogueira, nos comentários da estúpida, mas valeu mesmo!

      Excluir
    2. moça anônima 1: muito obrigada. fico feliz que tenha sido útil pra você. :)

      moça anônima 2: não peguei dos comentários do post no GE porque não li os comentários. li o post quando tava na home do blog e depois voltei direto pra pegar o link aqui, pra dar os créditos da foto. como o assunto do preço dessa bolsa é um tema bem atual, é normal que mais de uma pessoa pense na mesma ideia.

      se tivesse sido inspirado por alguém, colocaria aqui o crédito sem problemas, como coloquei do Garotas Estúpidas e do Melhores Destinos. ;)

      Excluir
  5. Olha, eu estive na Colômbia em 2012 de passagem e quando vi essas bolsas vendendo na lojinha do aeroporto fiquei louca! Elas são lindíssimas, super bem feitas, as cores vibrantes...aí fui ver o preço, nem sabia de moda nenhuma. Não lembro exatamente quanto era, mas era surreal, tanto que nem considerei comprar! Fiquei triste, mas fui embora...
    Acabou que no final das contas, tive um problema no meu vôo de volta para casa, que tinha escala em Bogotá, e acabei ficando por la mais um dia. Sem ter o que fazer, fui dar umas voltas pelas redondezas do hotel e entrei num shopping! Achei a bolsa de novo, MARAVILHOSA, e trouxe para casa por algo que deve ter saído uns 130 reais!
    Carol

    ResponderExcluir
  6. Eu morei na Colômbia em 2009. Amo o país e cartagena é uma cidade incrível! Mas não e o melhor lugar pra fazer compras pq é muito turístico! Quem decidir viajar pra comprar a bolsa tente em outra cidade. E barganhe preço! Comprei um conjunto de brinco e colar por 30 dinheiros qd o vendedor tinha me oferecido só o colar por 80... Já deu pra perceber que eu sou do tipo que viaja e compra a bolsa. Ou só viaja, pq viajar me faz um bem danado!

    ResponderExcluir
  7. Post perfeito, amei de verdade pois acho que no Brasil as coisas tem mesmo um preço absurdo, mais creio que nao e somente o ganho a final ninguém trabalha grátis, mais sim pelos impostos.

    http://www.my-urban-life.com/2013/10/dolce-gabbana-baton-rossetto.html

    ResponderExcluir
  8. Bom, eu nunca comentei no seu blog, apesar de sempre ler tudo oq você posta :)

    Achei muito legal o post, pq apesar de ser uma crítica, não é aqueles posts revoltados com o preço no Brasil sabes? Ele coloca a gente pra pensar a respeito das nossas prioridades e como você, prefiro muito mais viajar, comprando ou não a bolsa!

    Bjinho

    ResponderExcluir
  9. Eu sou classe média que trabalha e paga imposto e sempre junto $ e consigo ir para a gringa e me divertir um pouco...Meus amigos me chamam de arrogante,arrogante são eles que pagam 800 paus num jeans e os únicos lugares que conhecem são as baladas caras de sumapulu.Tá certíssimo o post.

    ResponderExcluir
  10. Thaísa Queiroz01/11/13 14:02

    melhor comprar aquelas nas lojas peruanas da cidade!
    parecida e do badalo

    ResponderExcluir
  11. E OQ UE NESSE PAÍS SAI BARATO?

    RSSSS

    http://luanabalbine.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Pois é... esse tipo de coisa a gente vê demais no Brasil.. é uma pena ver como somos explorados nas mínimas coisas, mas acho que isso acontece por causa dos valores da nossa sociedade, do nosso povo. Falta maturidade e sobra vaidade.

    ResponderExcluir
  13. Você esqueceu de somar as taxas - abusivas - de embarque. Deve ser em torno de R$400,00. Mesmo assim, valeu o raciocínio. Mas, quem quer economizar mesmo, indico a feirinha de Embù das Artes, em SP. É fácil encontrar essas bolsas e o preço não deve passar de 100 reais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, moça. quando a gente coloca as taxas, sempre dá um susto. =/

      também acho válido catar as opções que a gente encontra mais facilmente por aqui, parecendo ou não com essa. ;)

      Excluir
  14. Olha, estive em Bogotá, Cartagena e Santa Marta em Agosto (Fiz uma viagem de quase 20 dias) e os preços dessas bolsas são caras mesmo, pq são feitas a mão no tear. A média é 70 mil pesos. A mais barata (pequena e mais simples) que achei num comércio mais popular foi 23 mil pesos (com muita pexinxa) que dá uma média de 25 reais. Claro que não concordo com o valor de 900 reais numa bolsa, até pq quem faz o produto não ganha quase nada apesar do tempo e do trabalho. Além de que Bogotá (Cartagena nem se fala) é uma cidade bem cara para se viajar. Esses preço que vc achou é promocional, né? Pq apesar de ter feito uma viagem em cima da hora, pesquisei os valores de passagem e foi bem além do que vc está mostrando aqui e tem as taxas. Bem, não nego exploração sobre o produto e acho um absurdo o valor, mas quis falar da minha experiência por lá. =)

    Um abraço!!!

    ResponderExcluir
  15. Estive em Cartagena e, de fato, elas aparecem por toda parte e muuuuuito mais barato... Vale mais a pena a viagem do que a bolsa!! São lindas, mas Playa Blanca é mais! Recomendo!

    ResponderExcluir
  16. Tá parecendo a história do playstation 4, né.. dá pra ir pros EUA e comprar lá que sai a mesma coisa comprando aqui hehehe
    adorei o post!

    ResponderExcluir
  17. É pq no Brasil só tem gente rica! Pais de merda esse Brasil! Revoltante!!

    ResponderExcluir
  18. Ótimo post, estou rindo horrores... e pra ver como a gente aqui paga de otária!
    Parabéns pela comparação.

    ResponderExcluir
  19. Pessoal! Waya é uma loja virtual que vende bolsas wayuu aqui no Brasil. As bolsas são compradas diretamente das indigenas wayuu na Guajira Colombiana! e os preços são bem mais em contar que as que aparecem aqui. Qualquer coisa dem uma pasada pelo nosso facebook www.facebook.com/Wayaacessorios ou na nossa loja waya.tanlup.com

    ResponderExcluir
  20. Eu achei a minha aqui: http://www.facebook.com/rockrepublicbr
    Eles tem representantes e loja em Arraial d’Ajuda na Bahia com excelentes preços.

    E-MAIL PARA CONTATO: rockrepublicbr@hotmail.com

    INSTAGRAM: http://instagram.com/rockrepublicbr

    ResponderExcluir
  21. Olaaa! Sou colombiana… apaixonaderrima pelas Wayuu Bags ( e não e de hoje não kk)..
    Elas realmente são muiito lindas, coloridas, alegres, vivas.. maravilhosas!!
    Porém o preço aqui no Brasil ta salgado neh?
    Entaooo decidi trazer elas e vender a preços justos!!!
    Originais, com etiquetas e certificado de autenticidade !!
    E uma mais linda do q outra!!
    Para quem quizer uma Wayuu no seu armário…
    Seguem meus contatos assim posso mandar fotos Tb…
    beatrizrosales7@hotmail.com
    WS 11997977400
    Fica aí a dica….
    Bjks!!😜👍

    ResponderExcluir