Decoração

Decoração
Decoração

Vídeos

Vídeos
Vídeos

Receitas

Receitas
Receitas

A melhor capa de revista que a gente podia esperar

A gente vive um tempo - ainda bem - onde se debate muito sobre padrões de beleza e a imagem que a gente tem de si mesma. Principalmente em relação às mulheres, nunca foi tão discutida a forma como a "mulher ideal" é apresentada e como ela é diferente da mulher real.

Um dos principais alvos de discussão, junto com as propagandas, são as revistas femininas. Essas publicações sempre têm uma mulher linda na capa, com essa beleza reforçado pela roupa ideal, pela maquiagem impecável, pela luz perfeita e por um time de profissionais, inclusive o editor de imagens, que vai ajustar cada detalhe da foto, até que - e a modelo - esteja digna de ser admirada por qualquer uma de nós.

Mas é justamente essa a questão: a beleza tá longe de ser a única característica de uma mulher que vai ser admiradas por todas as outras. E a Revista Women's Weekly Austrália mostra isso em grande estilo esse mês.


Turia Pitt tem 26 anos, era corredora e tinha cara e corpo de modelo. Um dia, em 2011, foi atingida por um incêndio no meio de uma competição. Saiu com mais de 60% do corpo queimado. Passou por mais de 100 cirurgias corretoras.

Hoje, ela continua correndo, escreve e dá palestras, além de estar à frente de uma ONG que ajuda pessoas ao redor do mundo a também ter acesso a cirurgias reconstrutoras, assim como as que Turia fez. Acima de tudo, hoje, ela é um exemplo vivo de como auto-estima, positividade, competência, coragem e vontade de fazer o melhor que puder em tudo são algumas das qualidades muito mais admiráveis nas mulheres do que uma pele impecável. Inclusive, beleza vai muito além disso. E esse é um recado pra cada uma de nós. ;)

10 comentários

  1. Bacana! Me lembrou aquele livro extraordinário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho que o nome do livro é Extraordinário! :)

      Excluir
    2. Aaaaah! hahahahaha. Obrigada, moça anônima.
      Fui catar e ele é super bem avaliado no Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/297222-extraordinario

      Me interessei. Valeu pela dica, Lili. ;)

      Excluir
    3. Já li e é muito bom mesmo.

      Excluir
  2. Por falar em padrao de mulher ideal...acho que parte da cobranca e coisa das empresas de produtos femininos que usam propaganda para atacar a auto estima feminia e assim vender seus produtos...ou seja a ideia de beleza nao parte das nossa real ideia e sim e que somos bombardeados diariamente para nos sentirmos maus com o que somos e comprar a solucao por problema em caros produtos , roupas e etc.

    ResponderExcluir
  3. Pena que a versão brasileira dessa revista não aceite uma proposta como essa, embora já tenha sido sugerido. Pelo contrário, cada vez mais há um culto ao corpo escultural. Pena mesmo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada por ter nos apresentado a essa mulher incrível. Tem um documentário com ela no 60minutes.

    ResponderExcluir
  5. A questão é que, primeiro, essa ideia de que perfeição existe movimenta váááárias indústrias (roupas, maquiagem, jóias, perfumes, etc). Segundo, as próprias mulheres julgam umas às outras pela beleza ou ausência dela... Difícil algo mudar de verdade. As mulheres são julgadas pelo quesito da aparência em primeiro lugar.

    ResponderExcluir
  6. Muito bom, Dani :) Obrigada por esse post :*

    ResponderExcluir